Notícias

Cirurgias eletivas estão liberadas e seguem rígidas normas para segurança do paciente

Cirurgias eletivas estão liberadas e seguem rígidas normas para segurança do paciente

20/11/20 - Notícias

Cirurgias eletivas estão liberadas e seguem rígidas normas para segurança do paciente.

Você adiou algum tratamento por causa da pandemia de Covid-19? Fique tranquilo, pois os serviços de saúde já foram retomados de maneira segura. Neste texto, nós vamos comentar como está o cenário das cirurgias eletivas (não urgentes) em tempos de pandemia. E você também vai ver quais práticas foram adotadas para garantir o bem-estar do paciente que precisa cuidar da saúde ocular.


Retomada de cirurgias eletivas significa mais qualidade de vida ao paciente.

A pandemia teve grande impacto na rotina das clínicas e hospitais. Por isso, houve adoção de novas normas de atendimento em muitas áreas com o objetivo de conter o contágio pelo vírus Sars-CoV-2, que causa a Covid-19.

As cirurgias eletivas e os atendimentos menos urgentes estiveram pausados por um curto período no início do ano. Mas, no segundo semestre, eles foram retomados com segurança, seguindo cuidados especiais.

Embora a pausa nas consultas de acompanhamento e nos procedimentos mais simples não represente risco à vida do paciente, sua qualidade de vida depende muito do seu bem-estar e da interação com o ambiente.

Nesse sentido, um esforço extra foi feito para retomar os atendimentos que ajudam a prevenir e evitar a evolução das doenças. Esse é o caso das consultas oftalmológicas, por exemplo.

A visão é o sentido que mais afeta nossas práticas do dia a dia. Ela representa cerca de 85% da nossa interação com o ambiente. Portanto, imagine os efeitos de adiar o tratamento de uma doença ocular.

Quem convive com problemas de visão pode ter distúrbios de sono, dores de cabeça, estresse e até ficar mais sujeito a pequenos acidentes. Além disso, esses efeitos podem provocar outros problemas de saúde, como sobrepeso, colesterol alto, depressão, pressão alta e diabetes.


Cirurgia de catarata e outros procedimentos na pandemia.

A catarata foi um dos problemas que mais preocupou devido à pausa nos atendimentos. O paciente com catarata deve consultar a cada 6 meses para avaliar a evolução da doença. Sem essa frequência, corremos o risco de perder o melhor momento para a cirurgia de catarata. O cristalino fica mais denso conforme a doença avança e, assim, o tratamento se torna mais complexo.

Além disso, o receio dos pacientes em frequentar as clínicas e hospitais também reflete na redução do diagnóstico precoce de outras doenças oculares. É o caso, por exemplo, do glaucoma e de problemas de visão causados pelo diabetes, que têm sintomas pouco evidentes em fase inicial.

Além de afetar a execução de tarefas simples do dia a dia, adiar esses tratamentos também pode fazer a doença evoluir para baixa visão ou cegueira. Por isso, as consultas e procedimentos corretivos são essenciais.

Para garantir tratamentos rápidos e seguros, as clínicas de oftalmologia adotaram uma nova rotina de cuidados. Veja a seguir quais são eles.


Normas e protocolos para Covid-19 nas clínicas de oftalmologia.

As clínicas oftalmológicas adotaram novas práticas para garantir o bem-estar da equipe e pacientes. As consultas e cirurgias obedecem essa rotina. Com isso, o paciente pode fazer os tratamentos de forma segura e retomar sua qualidade de vida. Veja as novas normas:


- reduzir o número de consultas;
- espaçar o tempo entre consultas;
- reforçar práticas de higienização do ambiente;
- usar os equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscara e luvas, e trocá-los com frequência;
- confirmar por telefone, antes da consulta, se o paciente apresenta sintomas de gripe e se teve contato com caso confirmado ou suspeito;
- orientar o uso de máscara e a higiene das mãos na recepção;
- permitir entrada de apenas um acompanhante;
- desinfectar os materiais ao fim de cada consulta;
- agilizar a alta do paciente após a cirurgia para garantir que fique apenas o tempo essencial para sua boa recuperação.

Se você está com algum sintoma de problema ocular ou possui doença crônica que precisa de avaliação periódica, não deixe de fazer suas consultas. Seus olhos são os grandes responsáveis por mostrar as belezas da vida, mesmo nas coisas simples. Então, cuide deles com carinho.

Os profissionais de saúde se esforçam para que a Covid-19 não cause ainda mais danos à saúde das pessoas. Então, confie em quem sempre preza pela sua saúde e adote a prevenção. Para saber mais sobre as doenças oculares e como tratar, clique aqui.